Rua Almirante Barroso 52 - Bairro Amambaí Campo Grande / MS CEP: 79008-300
(67) 3311- 4425

Concen conduziu o II Encontro de Consumidores da Área de Concessão da Energisa, em Bonito

Nos dias 19 e 21 de outubro foi realizado em Bonito o II Encontro de Conselhos de Consumidores da Área de Concessão da Energisa. O evento foi conduzido pelo Concen, entidade presidida pela representante da Fecomércio-MS, Rosimeire Cecília da Costa. 
 
Rosimeire mencionou que os desafios dos conselheiros é grande. "Nossa função de representar é de muita responsabilidade. Ano que vem temos cinco bilhões de reais da CDE, referente aos aumentos de PIS e Cofins, estamos com as térmicas despachadas e temos de traduzir isso ao consumidor, para colocar a necessidade de que se consuma menos . Saímos do Encontro mais fortalecidos em nossas relações institucionais".
 
No primeiro dia, Fernanda de Paula, da SMA/Aneel (Superintendência de Mediação Administrativa, Ouvidoria Setorial e Participação Pública da Agência Nacional de Energia Elétrica) esclareceu os conselheiros sobre a Resolução 451/2011 e as alterações feitas posteriormente, abordando desde a composição e competências dos Conselhos e enfatizando o regimento interno.
 
Na retomada dos trabalhos, período da tarde, Fernanda falou com os conselheiros sobre operacionalização de demandas dos conselhos e protocolos da Energisa, momento para dirimir dúvidas.
 
No segundo dia de trabalhos Elvisney Arguelho, do Sebrae deu sequência ao treinamento sobre planejamento e em seguida a palestra "Tarifa Branca", com Gilvar da Silva, do Grupo Energisa.
 
Sistema que sinaliza custo conforme dia da semana e horário de consumo, a tarifa branca começou a ser pensada em 2012, com cronograma de adesões a partir de 2018 e acessíveis a todos a partir de 2020. Gilvar ressaltou que a análise do perfil e hábitos de consumo ao longo do dia é fundamental para avaliar se a migração é vantajosa. Um exemplo de situação vantajosa citado é o estabelecimento que funciona somente de segunda a sexta, das 8h às 18h, apenas parcialmente no horário de ponta, em que o custo da energia é maior.
 
Rosimeire destacou a necessidade de olhar mais apurado quanto ao histórico e padrão de consumo para pautar decisão, especialmente no caso do residencial. Além disso, da importância de que haja clareza sobre o custo de troca de padrão impactar em todo o condomínio, embora o consumidor não pague no ato da substituição, ou seja, o investimento gera impacto no custo do serviço e da tarifa.
 
A ultima palestra do Encontro foi conduzida pelo assessor Estudos Sistemas da Energisa-MS, Adilson Carvalho Panizza, que falou sobre ações e desafios da concessionária.
 
Durante os dois dias de encontro representantes de nove concessões tiveram oportunidade de aprimorar ações, especialmente no que concerne à elaboração do PAM (Planejamento de Planos e Metas), cujo prazo regulatório de entrega é 30 de outubro à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Notícias Relacionadas

Fecomércio © - Federação do Comércio do Estado do Mato Grosso do Sul