Rua Almirante Barroso 52 - Bairro Amambaí Campo Grande / MS CEP: 79008-300
(67) 3311- 4425

Candidato à reeleição assina Carta de Compromisso com o trade de turismo do Estado

O Trade de turismo do estado, composto pelas entidades Abav, Abih-MS, Abrasel-MS, Atratur Bonito, Bonito Convention Bureau, Campo Grande Destination, Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurantes e a Cetur da Fecomércio-MS, se reuniu no Hotel Deville (24/07) com o candidato à reeleição ao governo, Reinaldo Azambuja (PSDB). A reunião faz parte de uma série de encontros, agendada com os Candidatos a Governo do estado de Mato Grosso do Sul, para apresentação das demandas do setor.

 

No encontro, os participantes apresentaram a Carta de Compromisso, composta por nove itens de reivindicações, que fora assinada pelos representantes de todas as entidades e pelo candidato.

 

De acordo com o candidato, sendo reeleito, os itens apresentados farão parte do plano de governo de sua administração. O candidato Reinaldo Azambuja aproveitou a oportunidade para expor as ações já realizadas em seu governo, e reforçou seu compromisso com o turismo do Estado.

 

Estavam presentes todas as entidades que assinaram a Carta, além de representante do governo, Fundtur, Semagro e Secretaria de Governo.

 

Turismo em MS

O turismo é um importante segmento do Estado de Mato Grosso do Sul, pois além da sua potencialidade advinda da vocação natural, possui efeitos multiplicadores sobre diversos setores da economia, tais como os relacionados a bares, restaurantes, hotelaria, atrativos turísticos, transporte, agências.  Ao todo, são mais de 50 segmentos que são beneficiados com o turismo e com eles a geração de emprego e renda. “Estamos falando de um setor que compõe o comércio de bens e serviços, que representa a maior parcela do PIB, geração de emprego e número de empresas do país e do Estado”, destaca a economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS, Daniela Dias.

 

Reuniões

O primeiro a receber o documento foi o candidato pelo PMDB, Junior Mochi, em reunião realizada no dia 05 de setembro, na ocasião também foram apresentados dados econômicos e atividades turísticas que poderiam ser potencializadas no turismo do estado. Na sequência o candidato Odilon Oliveira no dia 11, do mesmo mês. 

 

O candidato João Alfredo (PSol) não assinará a Carta, e informou que enviaria uma explicação sobre as concordâncias e discordâncias das reivindicações. Já o candidato Humberto Amaducci analisaria o documento e em breve agendaria uma reunião.

Notícias Relacionadas

Fecomércio © - Federação do Comércio do Estado do Mato Grosso do Sul