Rua Almirante Barroso 52 - Bairro Amambaí Campo Grande / MS CEP: 79008-300
(67) 3311- 4425

Índice de campo-grandenses com contas parceladas cresce, mas indicador de inadimplência é menor

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), desenvolvida pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) aponta aumento no índice de famílias endividadas em Campo Grande no mês de fevereiro, ou seja, que tinham contas parceladas como cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros.

 

De 50,4%, em janeiro, o índice passou a 51,2%, em fevereiro. Ainda assim, abaixo de fevereiro do ano passado, quando eram 60,8%. “O índice de endividamento não é um indicador negativo por si, desde que as famílias estejam assumindo dívidas de acordo com sua possibilidade de comprometimento de renda. Pelo contrário, significa que estão voltando às compras. O que nos anima é a redução do indicativo de inadimplência”, avalia o presidente do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS (IPF/MS), Edison Araújo.

 

Embora o índice de endividados com contas em atraso tenha se mantido em 28,9%, os que declaram que não terão condições de pagar diminuíram de 12,2% a 10,9% de um mês para outro. Quanto ao nível de endividamento, 11,3% dos entrevistados se consideram muito endividados, 22,3% pouco, enquanto 48,7% não tinham parcelamentos.

 

Notícias Relacionadas

Fecomércio © - Federação do Comércio do Estado do Mato Grosso do Sul